top of page
  • Foto do escritorAndre Martins

Prefeito Eduardo Braide entrega Novo Hospital da Criança



Em um dia histórico para a saúde das crianças de São Luís e de mais de 170 municípios do Maranhão, o prefeito Eduardo Braide inaugurou, nesta terça-feira (5), o Novo Hospital da Criança – Dr. Odorico Amaral de Matos, no bairro Alemanha. O hospital, que desempenha um papel importante na saúde infantil, aumentou significativamente sua capacidade de atendimento, passando de 6 mil, para uma média de 10 mil atendimentos por mês, representando uma revolução na assistência pediátrica da capital.

O prefeito Eduardo Braide assumiu as obras do Hospital da Criança em junho de 2022, com recursos provenientes do Tesouro Municipal. Aproximadamente R$ 30 milhões foram investidos na reconstrução e na compra dos novos equipamentos, com intervenções conduzidas pelas secretarias municipais de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Saúde (Semus) e Inovação, Sustentabilidade e Projetos Especiais (Semispe), esta última, responsável pelo novo layout da unidade, com elementos visuais que trouxeram humanização, inovação e beleza ao hospital.

“São Luís não recebe hoje só o novo Hospital da Criança de São Luís. Recebe o melhor hospital do Maranhão. Esse hospital vai atender crianças que moram em São Luís e nos mais de 170 municípios do Maranhão e uma coisa que eu não abro mão como prefeito é da qualidade do atendimento que essas crianças e essas mães terão aqui. Nasce um novo hospital e também um novo atendimento, porque assim como visitei as obras, eu vou acompanhar também o funcionamento do hospital”, destacou o prefeito Eduardo Braide, ao lado da primeira-dama Graziela Braide e das demais autoridades, agradecendo todas as equipes envolvidas na reconstrução do hospital, as autoridades presentes, e, exaltando o trabalho de todos os profissionais que trabalham na unidade.

"O Hospital da Criança era um desafio gigantesco. Testemunhamos sua história marcada por alagamentos, superlotação e falta de estrutura. Tornou-se uma espécie de lenda urbana, perdendo a confiança das pessoas quanto à sua conclusão. Em junho de 2022, o prefeito, com grande coragem, sensibilidade e, acima de tudo, competência e confiança, assumiu a responsabilidade. Menos de um ano e meio depois, não apenas entregamos um hospital, mas uma verdadeira obra de arte que ficará registrada na história do Maranhão", declarou, emocionado, o secretário da Semus, Joel Nunes.

Infraestrutura

Dividido em quatro pavimentos, o hospital apresenta no andar térreo a sala de classificação de risco, seis consultórios médicos, consultório ortopédico com sala de imobilização, consultório odontológico, sala de medicação, sala de pequenos procedimentos/consultório cirúrgico, ambulatório (com recepção e consultório médico), sala de estabilização, central de abastecimento farmacêutico (CAF), unidade de curta permanência, enfermaria de isolamento da emergência, refeitório, laboratório, recepção de Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT), sala de raio-X, sala de ECG/laudos, sala de tomografia, recepção da emergência, sala de atendimento psicológico, sala de atendimento do serviço social, sala de classificação de risco 2, sala de punção, salas de repouso médico, sala de recuperação pós-anestésica e sala de ultrassom.

No primeiro andar, as instalações compreendem: recepção de pacientes, centro cirúrgico, sala de recuperação pós-anestésica, agência transfusional, enfermaria clínica e cirúrgica, área administrativa e salas de repouso médico. No segundo andar, estão a UTI 1 (com leitos clínicos e cirúrgicos), leito de isolamento, UTI 2 (leitos clínicos e cirúrgicos), área administrativa, salas de repouso médico e auditório. No terceiro e último andar, as áreas incluem: enfermaria (leitos clínicos), sala de estudo e brinquedoteca, área administrativa, enfermaria (leitos para doenças respiratórias), sala de repouso médico, farmácia.

O secretário da Semosp, David Col Debella, compartilhou os desafios enfrentados ao entregar, em menos de um ano e meio, uma obra tão complexa e grandiosa. "O desafio foi imenso. Quero expressar minha gratidão aos guerreiros da Semosp, que abriram mão de suas vidas por meses, dedicando-se domingo a domingo na execução das obras. Hoje posso afirmar que não há mais desafio grande para esta equipe. O que o prefeito nos der como missão, nós vamos executar".

Humanização

Todos estes espaços foram concebidos com uma abordagem humanizada e são equipados com tecnologia de ponta, além de oferecer uma gama mais ampla de especialidades. Cada andar foi pensado para proporcionar bem-estar às crianças e seus acompanhantes, apresentando um tema lúdico exclusivo em cada andar.

No térreo, a ambientação remete à floresta brasileira, apresentando animais como tatus, jacarés, araras, macacos, e muitos outros. No primeiro andar, o tema é a selva, com um centro cirúrgico decorado com girafas, elefantes, rinocerontes e leões. O segundo piso traz o fundo do mar, com golfinhos, baleias e peixinhos, todos integrados aos leitos de UTI.

No terceiro andar, um ambiente com astronautas, foguetes, planetas e estrelas. Além disso, o pavimento também dispõe de uma brinquedoteca e uma sala de estudo, na qual professores da rede municipal de ensino irão assegurar a continuidade das aulas para crianças que precisam de uma estadia prolongada no hospital. Isso contribui para evitar a perda parcial ou total do período letivo dos estudantes.

A responsável pela elaboração do projeto de humanização de todo o prédio foi a secretária da Semispe, Verônica P. Pires, que falou um pouco sobre o processo e a execução do trabalho. “O prefeito é atento em cada detalhe, e tudo que desenvolvemos aqui foi pensando no bem-estar dessas crianças, mães e todos os profissionais da unidade. Nos esforçamos para criar um espaço que se destacasse como um ambiente acolhedor e cada escolha arquitetônica e de infraestrutura foi feita pensando nisso. O resultado é esse, um hospital lindo que reflete a visão do prefeito Eduardo Braide em transformar a assistência à saúde de São Luís em uma saúde humana e acolhedora”.

Especialidades

O Hospital da Criança teve sua capacidade expandida com a adição de 27 novos leitos, totalizando agora 120. Destes, 27 são leitos cirúrgicos, 29 leitos de UTI (antes eram 12), 58 leitos clínicos e 6 leitos de estabilização (área vermelha).

Além do aumento na capacidade, a oferta de serviços também foi expandida. Anteriormente, com um perfil restrito a casos clínicos, a unidade passará agora a realizar procedimentos cirúrgicos. Para tanto, o hospital conta com quatro salas cirúrgicas totalmente novas e equipadas. A nova unidade hospitalar passa a realizar, também, exames de imagem, como tomografia, endoscopia, colonoscopia de urgência, raio-x, ultrassons, bem como de tratamentos de hemodiálise.

Entre as novas especialidades, a unidade conta agora com ortopedia, estomaterapia, neurocirurgia, cirurgia pediátrica e urgência e emergência odontológica, além das subespecialidades pediátricas, como cardiopediatria, dermatologia, endocrinologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pneumologia, hebiatria, oftalmologia, gastropediatria e cirurgia.

Profissionais da saúde agradecem

Profissionais que dedicam suas vidas ao cuidado das crianças no Hospital da Criança agora veem seus esforços reconhecidos com a nova infraestrutura. "Não existem palavras para definir esse momento de alegria, carregado de muitas lutas. Estou nessa unidade há mais de 18 anos, esperando por esse dia. O prefeito Eduardo Braide poderia só entregar um hospital comum, já ia estar de bom tamanho, mas ele fez mais, entregou um hospital cinco estrelas", disse a coordenadora de Patrimônio do Hospital da Criança, Milene Cutrim.

Emocionadas, as enfermeiras Ana Cristina e Assunção de Maria, ambas com mais de 30 anos de profissão, expressaram sua gratidão por terem condições de trabalho mais adequadas, o que, sem dúvida, impactará positivamente na qualidade do atendimento oferecido.

“Muito feliz com essa entrega, está tudo maravilhoso. É uma obra que a gente está esperando há mais de 10 anos. A gente veste a camisa. Nós amamos esse hospital”, pontuou Ana Cristina, que trabalha na unidade há mais de 10 anos.

“Gratidão por ver tudo lindo, tudo transformado. As crianças e as mães ficarão mais aconchegadas. Agora também temos equipamentos para fazer exames, tomografia, tudo. Ou seja, além de todo o conforto, nosso trabalho vai melhorar com a nova estrutura e os novos equipamentos”, disse Assunção de Maria, que também trabalha há mais de 10 anos na unidade.

Para a diretora do Hospital da Criança, Julieta Carvalho, “presenciar a conclusão deste hospital é a realização de um sonho compartilhado por todas as equipes de saúde. Um espaço humanizado, com equipamentos de última geração que trarão o cuidado que as crianças merecem e um ambiente adequado para esses profissionais que trabalham diariamente aqui”, enfatizou.

Além dos profissionais, as verdadeiras protagonistas desse momento histórico são as mães, que agora têm a certeza de que seus filhos receberão cuidados de alta qualidade no novo Hospital da Criança. "Precisei trazer meus filhos aqui algumas vezes e era muito ruim a estrutura. Agora, com a reforma feita pelo prefeito Eduardo Braide, tenho certeza de que, se precisar novamente, terei outro ambiente e um atendimento melhor", celebrou Adriana Junqueira, que mora no bairro Alemanha.

Também moradora do bairro Alemanha, Lucielma Oliveira acredita que a unidade de saúde vai atender às expectativas não apenas da comunidade, mas também de todos que buscam atendimento no hospital. "Minha filha já foi paciente daqui e o que posso dizer é que o hospital tem ótimos médicos que agora terão um ambiente adequado para trabalhar", contou.

Integrante do grupo Mãos que Acolhem, Bárbara Sales, destacou a importância do Hospital da Criança. "Com a reforma, vai melhorar não apenas a estrutura física do hospital, mas também o atendimento, beneficiando todas as crianças que buscam a unidade de saúde".

"O novo Hospital da Criança está lindo. Muito diferente do que era antes. Gostei muito do novo ambiente e tenho certeza de que tudo aqui será melhor", observou a dona de casa Fernanda Amaral, moradora do bairro Ipase de Baixo.

Presente na solenidade, o vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Francisco Chaguinhas (Podemos), falou da importância da entrega para a população. “São Luís recebe uma das maiores obras dos últimos 35 anos. O prefeito Eduardo Braide marca ponto e, mais ainda, ele dizima as demandas reprimidas na cidade. Parabéns”.

Também estiveram presentes na entrega, a vice-prefeita Esmênia Miranda, o secretariado e dirigentes de órgãos municipais; o deputado estadual Fernando Braide (PSD); o procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau; Dom Gilberto Pastana, arcebispo de São Luís; Antônio Pereira, vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde; Alexandre Gomes, superintendente de controle e avaliação em saúde; Francelena Sousa, superintendente de Vigilância em Saúde; Glinoel Garreto, superintendente do Ministério da Saúde do Maranhão; Celso Gonçalo, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae; Raimundo Arruda, diretor geral do Senai; Manoel Barbosa, presidente da Amasp; os vereadores Daniel Oliveira (PL), líder do governo na Câmara; Fátima Araújo (PCdoB), Dr. Gutemberg (Republicanos), Karla Sarney (PSD), Marcos Castro (PMN), Rosana da Saúde (Republicanos), Silvana Noely (Mais Brasil), Domingos Paz (Podemos), Antonio Garcês (Agir), Zeca Medeiros (Mais Brasil; e ainda autoridades eclesiásticas, líderes comunitários; servidores municipais, imprensa, equipes de saúde e a população.

Melhorias no entorno

Além de entregar para a população um novo Hospital da Criança, o prefeito Eduardo Braide também reurbanizou e melhorou o entorno da unidade de saúde. A Semosp com o apoio do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), desempenhou um papel fundamental na revitalização da área ao redor, incorporando projetos paisagísticos e obras estruturantes.

A Avenida dos Franceses recebeu uma nova pavimentação, por meio do programa Asfalto Novo e as passagens das ruas foram elevadas para proporcionar maior segurança aos pedestres. Sinalização horizontal e vertical, e novo semáforo com acionamento eletrônico, também foram implementados. Além disso, por meio do programa São Luís no Led, todo o entorno recebeu nova iluminação.

Em frente ao novo Hospital da Criança, foi instalado um novo ponto de ônibus, faixa de pedestre e sinal com acionamento pelo pedestre. Além disto, o elevado que conecta à Avenida Quarto Centenário, não é mais apenas uma via de acesso, mas uma vibrante galeria de arte urbana. Sob os traços do artista Fita Zebrada, o espaço recebeu pinturas que retratam locais importantes da cidade, transformando-se em um ponto de referência visual e cultural para a comunidade.

Ainda como parte das melhorias implementadas pela Prefeitura de São Luís, a Guarda Municipal (Romu), vinculada à Secretaria de Segurança com Cidadania (Semusc), implantou 16 câmeras de videomonitoramento em toda a região.

16 visualizações0 comentário
bottom of page