top of page
  • Agencia Assembleia

Zé Inácio repercute vistoria de comitiva de deputados ao Rio Anil Shopping para averiguar situação


Zé Inácio disse que os deputados estão cobrando apuração rigorosa e as responsabilidades pela tragédiaC

O deputado Zé Inácio (PT) repercutiu, na sessão plenária desta terça-feira (21), a vistoria feita pelas comissões de Obras e Serviços Públicos e de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Maranhão, na tarde de segunda-feira (20), às instalações do Rio Anil Shopping. A comitiva esteve no local para tomar conhecimento sobre o andamento das investigações acerca do incêndio ocorrido no local, no dia 7 deste mês, causando a morte de duas jovens e lesionando várias pessoas.

Zé Inácio registrou a presença dos deputados Cláudio Cunha (PL), Wellington do Curso (PSC) e Ricardo Arruda (MDB) na comitiva, além de técnicos da Assembleia que acompanharam a vistoria, no intuito de verificar a real dimensão do ocorrido.

“A princípio, antes de termos acesso, tínhamos a impressão de que praticamente todo o shopping estava desestruturado, mas, na verdade, o incêndio abalou e comprometeu a estrutura unicamente das salas de cinema. Andamos por todas as galerias do shopping, só não tivemos acesso exatamente às salas de cinema por conta de que a área está interditada, pois está sendo feita uma análise para a elaboração de um laudo por parte do Icrim”, relatou.

O parlamentar afirmou que foram feitos vários questionamentos tanto à administração do shopping, quanto aos representantes do Corpo de Bombeiros que também estiveram presentes, bem como à equipe do Instituto de Criminalística, que está fazendo o trabalho necessário para que se tenha a devida compreensão do ocorrido e a identificação da causa principal do incêndio. “E, logicamente, a partir daí, as autoridades competentes responsabilizarem aqueles que, de fato, têm responsabilidades pelo o que aconteceu”, completou o deputado Zé Inácio.

Acompanhamento

Zé Inácio também destacou que a comitiva conversou com a assessoria jurídica do Rio Anil Shopping sobre o acompanhamento que está sendo dado às vítimas, não só no que diz respeito ao atendimento médico-hospitalar, como também psicológico, social e, sobretudo, como está a discussão quanto à indenização dessas vítimas.

Outro ponto apurado pela comitiva foi em relação ao prazo para que o shopping volte a funcionar, uma vez que o fechamento por tempo indeterminado pode acarretar a demissão de muitos trabalhadores.

“Por isso, nós estamos cobrando a apuração rigorosa dos fatos, a responsabilidade de pessoas e órgãos que tenham contribuído para essa tragédia. Mas, é urgente que o shopping possa ter restabelecido seu funcionamento. É isso que nós colocamos agora como importante e fundamental para que cerca de 3 mil trabalhadores possam ter a garantia dos seus empregos, porque o shopping continuar fechado significa, em poucos dias, demissões de centenas de trabalhadores e de trabalhadoras”, concluiu o parlamentar.

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page